segunda-feira, 8 de junho de 2015

SOJA e o RAPPA um encontro de titãs...

No ultimo dia 30 de maio ocorreu no Wet´ Wild em Salvador BA, um dos maiores encontros de tribos culturais do ano em que dois estilos musicais se unificaram em um só evento, onde pode-se notar a diversidade de publico no local , Não havia como se notar a diferença e sim as semelhanças entre as mesmas.
O show foi aberto com estilo pela banda O Liberato, uma banda original de Salvador, que fez jus a sua terra e ao lugar de abrir um evento de tal porte e deram ao publico um pouco da VIBE que estava para acontecer na mesma noite.
Em seguida a banda SOJA subiu ao palco para comemorar com o publico e mostrar seu autentico Reggae pop havaiano , que regiu seu espetáculo com belas canções do seu álbum mais recente e musicas que foram sucessos nas paradas dos seus álbuns mais antigos, era possível ver a uma certa intimidade com o publico pois inume-ras homenagens foram feitas a Salvador ocorrendo até um contato direto com o publico onde Jacob Hemphil atirando-se sobre a galera  mostrou a humildade que existe entre publico e artistas.
Apos esse grande show apresentado pela banda soja o palco foi cedido a banda O RAPPA  que já começou a contagiando o publico dando a noticia que o seu vocalista Marcelo Falcão fazia aniversario no mesmo dia, um estrondo se abre e da lugar aos trovões em forma de musica do O Rappa que tinha seu coro cantado e contagiado a multidão. O RAPPA mostrou ao publico uma visão diferente e inédita em seus shows ocorrendo até homenagens a grandes artistas da terra como o grande Edson Gomes e ao considerado príncipe do guetto Igor Canario esse que por sua vez fez uma surpresa a banda e se fez presente no palco, cantando junto com Falcão e mostrando ao publico que o importante não é reparar nas diferenças e sim nas semelhanças enter o povo e que nos novos tempos a união prevalece sobre as diferenças, e não parou por ai Jacob Hemphil (SOJA) retornou ao palco e participou da comemoração do Rappa .

Entre o publico via-se pessoas de varias Etnias e classes sociais,encontros entre amigos sem separatismo. Eventos como esse deveriam acontecer com mais frequências pois notou-se que a musica pode unir e amolecer a mente e o coração humano dando um belo grito de Não e diferenças e sim a vida.






Créditos pela Matéria Produzida!

Paulo Fernando

Por Apreciadores do Roots!

4 comentários: