segunda-feira, 8 de março de 2021

Morre Bunny Wailer, ícone do reggae e fundador do The Wailers, aos 73 anos

Artista criou a banda com Bob Marley e Peter Tosh, amigos de adolescência
Bunny Wailer, ícone do reggae que fundou a banda The Wailers ao lado de Bob Marley e Peter Tosh, morreu aos 73 anos em Kingston, Jamaica, na última terça, 2. A causa da morte ainda não foi revelada, mas o músico estava internado desde julho de 2020 por conta de um derrame. Quem confirmou a notícia foi o empresário Maxine Stowe. A informação é do NME.

Wailer nasceu como Neville O’Riley Livingston em Kingston, Jamaica, em 10 de abril de 1947. Quando criança, mudou-se com a família para a vila de Nine Mile em St. Ann Parish, norte da ilha. O artista foi introduzido à música quando começou a tocar tambor durante os cultos religiosos feitos pelo pai, Thaddeus "Toddy" Livingston.

Em St. Ann Parish, Wailer frequentou a escola Stepney All Age School, onde conheceu Bob Marley. Junto com Peter Tosh, os dois formaram, em 1963, uma banda, a qual teve nomes como The Teenagers, The Wailing Rudeboys e The Wailing Wailers antes de escolherem The Wailers.

Tiveram o primeiro hit número um na Jamaica com "Simmer Down" em 1964. No ano seguinte, lançaram o disco The Wailing Wailers, coleção das melhores gravações iniciais. Bunny Wailer saiu da banda em 1975.

Na carreira solo, lançou discos de estúdio como Blackheart Man (1976), Protest (1977) e Bunny Wailer Sings The Wailers (1980). Ganhou três Grammys na categoria Melhor Álbum de Reggae com Time Will Tell: A Tribute to Bob Marley (1991), Crucial! Roots Classics (1995) e Hall of Fame: A Tribute to Bob Marley's 50th Anniversary (1997).

Em entrevista de 1984 ao NME, Bunny Wailer definiu o gênero como "um conceito do povo." Para o músico, "se você não faz reggae pelas pessoas, não faz sentido - não seria música."
"O reggae, além da maioria das músicas, é um pouco mais relevante para a vida cotidiana e as atividades das pessoas," afirmou. "Não só eu, mas a maioria dos artistas tenta lidar com a própria experiência e dos outros para tentar aliviar estresse e tensão, os sentimentos são compartilhados. É como dividir um peso; reggae faz isso."




Créditos: Rolling stone

Nenhum comentário:

Postar um comentário